logo clinica ede

Tel: (11) 3159-3259 / 3159-3884 / icone whats 99226-7203

Especialidadesseta

Foto 1 - Clinica EDE Foto 2 - Clinica EDE Foto 3 - Clinica EDE Foto 4 - Clinica EDE Foto 5 - Clinica EDE Foto 6 - Clinica EDE


Clínica de periodontia

Ao falarmos em Periodontite, entende-se que existe uma inflamação no dente. Essa inflamação pode ser branda ou muito severa.


Acontece quando o dente parece estar preso dentro do osso, mas não está. Ele não toca no osso, pois em sua volta existe um fios de elástico que o ligam ao osso. Chamamos de ligamentos periodontais. Como uma cama elástica. Ela é presa ao ferro de sustentação por um monte de elástico, por isso consegue pular e voltar, e o mesmo acontece com o dente.




Os dentes tem um movimento devido a estes milhões de "elásticos". São eles que fixam o dente ao osso. Cobrindo tudo isso, vem a gengiva. A gengiva é o revestimento do osso e de todo esse complexo da raiz. A coroa fica para fora, que é o dente propriamente dito. A gengiva entre a raiz e a coroa tem uma fibra grande que não deixa nada entrar para dentro da raiz.


Na boca, por sua vez, tem várias bactérias, boas e ruins. Tudo em equilíbrio para ter uma boa saúde bucal. As boas tem umas funções, mas as bactérias ruins também tem funções importantes, mas consideramos ruins devido a sua agressividade.


As bactérias são oportunistas e quando há alimento em volta do dente, elas aproveitam. Se multiplicam, e formam uma colônia. Esta colônia vai aumentando com o tempo, as partes sólidas da saliva vão parando ali, outras bactérias também se juntam e está feita placa bacteriana.


A placa ainda é mole, e vai crescendo com o multiplicar das bactérias. Se você passar a língua, sentirá rugoso ou áspero. O problema todo é que com o passar do tempo, tudo isso fermenta e solta um ácido que começa a irritar a gengiva.  Ela para se proteger, chama as defesas do organismos e promove-se a inflamação.


Quando a defesa chega, vê que o problema está fora do corpo, está no dente e nada se pode fazer. Mas a inflamação persiste e o sangramento é a consequência. A gengiva fica cada vez mais sensível, e o paciente ao escovar começa a sentir sensibilidade e começa a notar sangue. Ele fica preocupado, acha que se está sangrando é porque ele está ferindo a gengiva. O sangramento se dá porque há resíduo, as bactérias estão se proliferando e o ambiente fica mais ácido. O processo aumenta e pode ser resolvido através de uma boa limpeza.


A limpeza destrói a placa e ajuda a desinflamar a gengiva. Esse tipo de inflamação consiste na gengivite. Caso nada seja feito, o processo vai aumentando e essa placa que antes era branca e mole, vai ficando escurecida devido as cores dos alimentos e bebidas, e começa a endurecer e aderir a parede do dente.




A inflamação aumenta proporcionalmente ao aumento da placa ou tártaro que ali se alojou. Devido a toda essa fermentação, o meio cada vez mais ácido, cada vez irritando mais a gengiva e aquele lacre ou fibra que a gengiva tinha para nada entrar para dentro da raiz foi desfeito. Passagem livre para dentro da raiz.


Nesta etapa, só uma boa escovação não consegue mais resolver o problema. O osso que logo está ali embaixo começa a se reabsorver, pois ele não vive nesse meio ácido. Os elásticos que seguram o dente ao osso começam a se diluir. O processo vai agravando e se dá inicio à uma periodontite.


Quando já está no ponto da periodontite é necessário que seja feita raspagem periodontal. Essa raspagem retira todo tártaro em volta do dente, e precisa ser feita por um especialista.




Caso esse procedimento não seja feito corre o risco de expor a raiz, que aumenta cada vez mais a sensibilidade, podendo gerar problemas nos ossos também. A gengiva desinflama, mas as retrações ficam visíveis e sensíveis. Se o caso for severo, como o osso foi embora e os elásticos se foram, o dente começa a ter mobilidade. A falta de sustentação óssea leva o dente a mobilidade.




O tratamento é eficiente e exige um periodontista, profissional especializado em periodontite. Se não for tratado o dente pode ser perdido. É necessário escovar os dentes após toda e qualquer refeição. O intuito é não deixar a bactéria aproveitar dessses resíduos e começar a se proliferar. Se a gengiva estiver sangrando é sinal de uma inflamação periodontal devido as placas. É necessário escovar melhor e procurar um dentista.



Perguntas frequentes sobre Peridiontia

© 2014 Clínica EDE & Associados - todos os direitos reservados - líbero+