logo clinica ede

Tel: (11) 3159-3259 / 3159-3884 / icone whats 99226-7203

Especialidadesseta

Dúvidas sobre clareamento dental

1 - A mídia divulgou que Clareamento Dental doméstico poderia potencializar o aparecimento do câncer, é verdade?

Essa informação não tem fundamento. Tanto que a FDA (Food and Drug Administration) e a ADA (American Dental Association) aprovam o uso de peróxidos em cremes dentais, que são usados indiscriminadamente pela população. Essas entidades também não desaprovam o uso de clareadores dentais, desde que supervisionado por dentistas.

 

2 - Como funciona o Clareamento Dental?

As moléculas dos géis oxidantes (liberadores de oxigênio) penetram na intimidade do esmalte e da dentina, liberando oxigênio que, por sua vez, "quebra" as moléculas dos pigmentos causadores das manchas.

 

3 - Como posso tratar a sensibilidade dental?

Pode-se aumentar o espaço de tempo entre uma aplicação e outra, aplicar um gel sensibilizante à base de nitrato de potássio e flúor, no consultório durante 10 minutos.

 

4 - Durante o Clareamento Dental, o que devo e não devo fazer?

1. Fumar durante o tratamento;
2. Tomar café, chá, Coca-Cola em excesso;
3. Escovar os dentes logo após retirar o dispositivo;
4. Emprestar o produto para outras pessoas.

 

5 - Durante o clareamento podem aparecer algumas manchas brancas, o que fazer?

O clareamento dental causa manchas em áreas de hipoplasias, muitas vezes imperceptíveis e que são evidenciadas durante o clareamento, mas costumam desaparecer no final do tratamento.


6 - É obrigatória a confecção de alívios nos modelos de gesso antes da confecção das moldeiras?

Não é obrigatório, porém alguns autores defendem a confecção dos alívios porque auxiliam no assentamento completo da placa, viabilizam maior quantidade do gel e reduzem a pressão sobre os dentes. Os alívios podem ser feitos com top dam.

 

7 - No caso de ser necessário um retoque como deve ser realizado?

O retoque do clareamento pode ser feito com a técnica caseira ou a de consultório, geralmente este "re-clareamento" é um tratamento mais rápido.

 

8 - O Clareamento Dental altera as restaurações já existentes?

Não. Mas o paciente precisa saber que caso essas restaurações e próteses antigas sejam anteriores elas provavelmente necessitarão ser trocadas: uma vez que estas não sofrem ação dos clareadores, parecerão mais escuras frente aos dentes clareados, causando desarmonia estética.

 

9 - O Clareamento Dental provoca danos à gengiva?

Não, desde que o paciente faça tratamento supervisionado e não use produtos vendidos pela TV ou em supermercados. O dentista confecciona uma moldeira individualizada que cobrirá somente a superfície dental, evitando, assim, que o agente clareador tenha contato direto e contínuo com a gengiva. Qualquer lesão e sensibilidade devem ser imediatamente comunicadas ao dentista. No caso do clareamento de consultório com laser, é colocado proteção nas gengivas para que não ocorra danos.

 

10 - O dente clareado fica enfraquecido?

Não. A estrutura dental não é afetada.

 

11 - Os produtos usados no Clareamento Dental são seguros à saúde geral?

Sim. Como outros produtos e medicamentos usados na Medicina e Odontologia, se usados corretamente conforme orientação, os produtos usados no clareamento não promovem nenhum prejuízo à saúde geral.

 

12 - Pacientes com manchas de tetraciclina podem receber clareamento dental?

O melhor procedimento é avaliar o grau de manchas causadas pela tetraciclina e conversar com o paciente sobre os possíveis resultados. Temos relatos na literatura de clareamento dental em casos de tetraciclina com a técnica caseira de até seis meses de duração com resultados satisfatórios. Uma boa opção é a combinação da técnica de consultório com a caseira.

 

13 - Pacientes grávidas ou amamentando podem fazer clareamento dental?

Não recomendamos utilizar clareamento dental nesta fase. Na literatura científica não tem relatos de que o clareamento possa causar algum problema no bebê, porém, recomendamos aguardar essa fase e iniciar com segurança após esse período.


14 - Por que deve ser feito o selamento cervical no clareamento de dentes não vitais?

O selamento cervical deve ser feito porque evita a difusão do gel clareador para o periodonto via canalículos dentinários, evitando-se a reabsorção radicular.


15 - Posso combinar clareamento de consultório com clareamento caseiro?

Sim, é uma ótima opção em diversos casos de dentes muito escurecidos, pigmentações de difícil remoção, casos de pacientes com manchas por tetraciclinas, etc.

 

16 - Posso fazer Clareamento Dental em qualquer idade?

O clareamento dental pode ser feito assim que a dentição permanente e a rizogênese estejam completas. Isso ocorre entre 15 - 16 anos.

 

17 - Quais os cuidados que o paciente deve tomar com a alimentação durante o clareamento?

Deve-se evitar o consumo em excesso de alimentos corantes como: cenoura, beterraba, café, chá, vinho tinto. Deve-se evitar o consumo de bebidas cítricas à base de cola porque podem aumentar a sensibilidade.

 

18 - Quais são os casos que apresentam melhor indicação para o clareamento?

Os casos que melhor respondem ao clareamento são os pacientes jovens com dentes naturalmente escurecidos, os casos de escurecimento como envelhecimento, os tons amarelados.

 

19 - Qual a longevidade de um Clareamento Dental?

A longevidade de um clareamento pode variar de um paciente para o outro. O que influencia no tempo de tratamento e no resultado são alguns fatores, como hábitos alimentares e o fumo, que mancham os dentes. Se a pessoa abusar, possivelmente a cor natural de seus dentes voltará mais rapidamente. Apesar de essa regressão ser gradativa, terá início em um ou dois anos. Entretanto, para quem toma os devidos cuidados, o tempo é estendido para dois ou três anos. Isso porque, para não prejudicar o processo de alteração da pigmentação dentária, o paciente não poderá ingerir alimentos que contenham corantes. Essas substâncias, devido à ação dos clareadores, acabam absorvidas pelos dentes - que ficam permeáveis - provocando manchas. Entre os alimentos que devem ser evitados estão chocolate, café, chás, molhos vermelhos e bebidas à base de cola. No procedimento realizado em consultório - através da técnica led/laser - essas restrições perduram por somente 24 horas após a aplicação.

 

20 - Qualquer pessoa pode clarear seus dentes?

Sim, qualquer pessoa pode ter seus dentes clareados, desde que eles estejam íntegros e sem muitas restaurações. O dentista realizará uma boa avaliação da condição dental do paciente. A partir dos 16 anos de idade uma pessoa pode clarear os dentes.


21 - Quando escolher um clareamento caseiro, de consultório ou combinado?

Não existe uma regra, podemos resolver os casos com a técnica caseira, com a técnica de consultório ou combinada. Devemos avaliar o grau de descoloração, o estilo de vida do paciente, sua disciplina, a rapidez desejada no clareamento.

 

22 - Quando um clareamento dental está contra indicação?

O clareamento está contraindicado nos casos de dentes com restaurações muito extensas, pacientes com alergia aos componentes do produto, em gestantes, e mulheres na fase de amamentação.

 

23 - Quanto tempo dura uma seringa para clareamento caseiro?

Uma seringa de clareamento dura em média, de 6 a 7 dias. É muito importante que oriente bem o paciente sobre a quantidade de gel que deverá ser aplicado para que não haja desperdícios e para que o tratamento seja efetivo.

© 2014 Clínica EDE & Associados - todos os direitos reservados - líbero+