Logo Clinica EDE

Tel: (11) 3159-3884 / 99226-7203

icone face

Especialidadesseta

Reabilitação Oral

Implantes Dentários

Enxerto Ósseo

Implantes Imediatos

Prótese Dentária

Dentística – Clareamento

Dentística – Estética Dentária

Periodontia

Ortodontia

banner ede

Lábio leporino: causas e cuidados

Caracterizado como um problema congênito, isto é, condição de nascença nos indivíduos, o lábio leporino é uma deformação bucal, responsável por causar uma separação ou divisão do lábio superior do paciente, podendo desenvolver-se no lado esquerdo ou direito. Apesar de ainda ter suas causas desconhecidas, os riscos de uma criança desenvolver a deficiência podem ser potencializadas com a manipulação de determinados medicamentos durante a gestação.


Segundo a Associação Dentária dos Estados Unidos, gestantes que tomam topiramato, medicamento anticonvulsionante, muito utilizado por quem deseja emagrecer, aumentam os riscos de seus bebês nascerem com lábio leporino. Ao contrário do que muitas imaginam, os riscos também persistem para as versões genéricas do remédio.


Além disso, medicamentos para HIV quando utilizados por uma mulher grávida também pode ser responsáveis pelo desenvolvimento do lábio leporino, de acordo com pesquisas recentes da Associação Dentária Americana. Além do problema, fendas palatinas também são associadas com terapias antiretrovirais. Os medicamentos listados são: efavirenz, nelfinavir, nevirapina e lamivudina.


Sobretudo, quadro clínico do lábio leporino desenvolve-se por meio de uma combinação de variáveis ambientais e genéticas. Contudo, em todos os casos, mulheres gestantes devem estar sempre atentas com os medicamentos manipulados, assim como as instruções dadas por seu médico responsável, para evitar a incidência de problemas posteriores.



Voltar

© 2014 Clínica EDE & Associados - todos os direitos reservados - líbero+