Logo Clinica EDE

Tel: (11) 3159-3884 / 99226-7203

icone face

Especialidadesseta

Reabilitação Oral

Implantes Dentários

Enxerto Ósseo

Implantes Imediatos

Prótese Dentária

Dentística – Clareamento

Dentística – Estética Dentária

Periodontia

Ortodontia

banner ede

Alveolites dentárias

O processo de extração dentária, que pode ser solicitado por um dentista por inúmeros motivos, por vezes, é passível de complicações bucais e dentárias, sendo a alveolite o quadro mais comum. Após a retirada de um dente permanente, a boca costuma formar um tipo de coágulo de sangue no local onde o dente fora removido. Tal coágulo torna-se vital pois é fundamental para a proteção das terminações ósseas e neurais da cavidade vazia.


A alveolite se forma quando este coágulo sanguíneo desloca-se, dissolvendo-se em alguma região bucal ou, ainda, quando não finaliza sua formação. Tal fenômeno expõe os ossos bucais, tornando-os vulneráveis ao surgimento de alguma infecção. Nestes casos, o paciente sente profundas dores dentais e faciais, devendo o tratamento ser iniciado com urgência.


Segundo especialistas, não é simples apontar qual a causa do deslocamento do coágulo ou sua falha de formação. No entanto, diversos fatores de riscos são identificados, responsáveis por aumentar as chances do desenvolvimento da alveolite, sendo eles: infecções, contraceptivos bucais, falta de cuidados bucais, escassez de higiene e tabagismo.


Além disso, para a prevenção da alveolite, é indicado também  que o paciente evite qualquer tipo de atividade física rigorosa que possa causas traumatismos, assim como não ingerir líquidos por meio de canudos ou cuspir de modo vigoroso, uma vez que todas estas ações possuem um grande potencial de deslocar os coágulos. Caso necessite de maiores informações sobre o problema e seus tratamentos, entre em contato com a Clínica EDE.



Voltar

© 2014 Clínica EDE & Associados - todos os direitos reservados - líbero+