Logo Clinica EDE

Tel: (11) 3159-3884 / 99226-7203

icone face

Especialidadesseta

Reabilitação Oral

Implantes Dentários

Enxerto Ósseo

Implantes Imediatos

Prótese Dentária

Dentística – Clareamento

Dentística – Estética Dentária

Periodontia

Ortodontia

banner ede

Detecção da periondotite

Na maioria das vezes indolor, a periodontite, ou doença periodontal, costuma ser totalmente indolor ao paciente, não dando indícios físicos de seu desenvolvimento até que as gengivas e os ossos bucais acabem sendo seriamente comprometidos. No entanto, apesar de tal imprevisibilidade, o lado positivo da doença periodontal é que esta pode ser tratada, e totalmente revertida, em seus estágios iniciais por meio da de minuciosas análises odontológicas.


Em consultas odontológicas, o profissional responsável costuma examinar as gengivas do paciente, verificando possíveis indícios de desgaste das estruturas bucais. Com a ajuda da sonda periodontal, um tipo de instrumento específico para a detecção da periodontite, o dentista pode medir e profundidade dos espaços entre dentes e gengivas, alegando, ou não, algum tipo de irregularidade.


Segundo especialistas, o normal é que a profundidade do tecido gengival saudável seja de 2 mm ou menos, sendo que nas doenças periodontais, tal sulco se desenvolve de modo mais profundo, gerando acúmulo de bactérias provenientes da placa bacteriana, o que acaba por propiciar infecções bucais.



Voltar

© 2014 Clínica EDE & Associados - todos os direitos reservados - líbero+