Logo Clinica EDE

Tel: (11) 3159-3884 / 99226-7203

icone face

Especialidadesseta

Reabilitação Oral

Implantes Dentários

Enxerto Ósseo

Implantes Imediatos

Prótese Dentária

Dentística – Clareamento

Dentística – Estética Dentária

Periodontia

Ortodontia

banner ede

Qual a causa de desenvolvimento das aftas? Como tratar?

Um dos problemas bucais de maior incidência são as aftas bucais, que afetam com frequência a maioria dos pacientes que chegam à Clínica EDE todos os dias. A afta bucal caracteriza-se como ferida bucal dolorosa, de aparência esbranquiçada ou amarelada, rodeada por uma área vermelha, que pode surgir na língua, nas paredes internas da boca ou na região interna dos lábios.

 

Considerado um problema muito comum e que não necessariamente necessita de tratamento especializado, as aftas são um tipo comum de úlcera bucal e costumam surgir em organismos de baixa imunidade. Na maioria das vezes, ela é causada por algum tipo de doença ou pelo uso de medicamentos, contudo, também está ligada a fatores emocionais. São algumas causas para o surgimento de aftas:

 

1) diabetes: um paciente que possui diabetes descontrolada é muito mais propenso à produção de saliva com grandes quantidades de açúcar, o que encoraja o desenvolvimento de fungos, incidindo nas aftas bucais;
2) HIV/câncer: pacientes que possuem doenças responsáveis pelo comprometimento da imunidade também são comumente acometidos por aftas, sendo estas um dos primeiros sinais de ação dos problemas no organismo;
3) deficiência de ferro, vitamina B12 ou ácido fólico: a ausência de tais componentes na dieta também podem comprometer a imunidade do indivíduo. De tal modo, quando um paciente apresenta muitas aftas, é indicado um consumo maior de alimentos ricos nestes compostos;
4) estresse emocional: muitos especialistas acreditam que um alto estresse emocional pode incidir em diversos problemas bucais, dentre eles: o surgimento de aftas.

 

Sugestões de tratamento de aftas da boca

Sobretudo, a maioria das aftas, independente de sua origem, desaparecem de 7 a 10 dias, de modo natural. Porém, para aliviar a irritação e as dores, odontologistas podem indicar o uso de anestésicos, assim como a restrição do consumo de alimentos muito condimentados ou ácidos, como o tomate e frutas cítricas. Caso esteja a mais tempo enfrentando o problema, envie-nos uma mensagem e agende sua consulta na Clínica EDE.



Voltar

© 2014 Clínica EDE & Associados - todos os direitos reservados - líbero+