Logo Clinica EDE

Tel: (11) 3159-3884 / 99226-7203

icone face

Especialidadesseta

Reabilitação Oral

Implantes Dentários

Enxerto Ósseo

Implantes Imediatos

Prótese Dentária

Dentística – Clareamento

Dentística – Estética Dentária

Periodontia

Ortodontia

banner ede

Cárie

A cárie é uma deterioração do dente que pode ser causada pela alimentação, higiene, saúde e pela falta de cuidados dentais.

Se não for tratada, pode destruir o dente e atingir a polpa, podendo resultar em um abscesso, ou seja,  uma área de infecção na ponta da raiz. Uma vez formado o abcesso, ele só pode ser tratado através do tratamento do canal, de cirurgia ou da extração do dente.

 

A cárie é um problema que ocorre tanto em adultos como em crianças. Há diversos tipos de cárie, a coronária, recorrente e radicular.

 

A cárie coronária é o tipo mais comum, localizada na superfícies de mastigação ou entre os dentes. Já a cárie radicular ocorre com a idade. É causada devido a retração das gengivas,  que deixa parte da raiz do dente exposta. As raízes do dente não tem a proteção do esmalte, por isso se deterioram ainda mais fácil.

 

A deterioração pode ocorrer em volta das restaurações e coroas existentes, o que resulta na cárie recorrente. Isto porque estas áreas tendem a acumular placa, que acabam levando à deterioração.

 

Os adultos estão especialmente sujeitos a apresentar cárie quando sofrem de xerostomia, uma doença causada pela falta de saliva.  A xerostomia pode ser decorrente de alguma doença, de medicamentos, da radioterapia e da quimioterapia, e pode ser temporária ou permanente, dependendo de suas causas.

 

Alimentos que contêm carboidratos, como açúcar e amido, são digeridos pelas bactérias da placa, produzindo ácidos que corroem a estrutura do dente. Com o tempo, o esmalte do dente começa a fraturar por debaixo da superfície, enquanto a parte externa permanece intacta.

 

Quando uma quantidade suficiente de esmalte sob a superfície já tiver sido destruída, a superfície se desmorona, expondo a cavidade de cárie.

 

Escove os dentes pelo menos três vezes ao dia, use o fio dental diariamente e utilize produtos de higiene dental que contenham flúor e faça avaliações regulares.

 

O cuidado preventivo pode evitar que essas deteriorações ocorram e que problemas menores se tornem sérios.


Voltar

© 2014 Clínica EDE & Associados - todos os direitos reservados - líbero+