Logo Clinica EDE

Tel: (11) 3159-3884 / 99226-7203

icone face

Especialidadesseta

Reabilitação Oral

Implantes Dentários

Enxerto Ósseo

Implantes Imediatos

Prótese Dentária

Dentística – Clareamento

Dentística – Estética Dentária

Periodontia

Ortodontia

banner ede

Aparelho dentário: dúvidas e respostas

Sempre que um paciente chega ao consultório e o profissional responsável avalia seu caso e indica o uso de um aparelho ortodôntico, muitas dúvidas e receios surgem, desde o processo de implantação até sua retirada ao fim do tratamento. Segue abaixo algumas dúvidas frequentes e suas respectivas respostas a respeito dos tão utilizados aparelhos dentários:


Como o aparelho dentário funciona?


O principal objetivo do uso dos aparelhos ortôdonticos é o tratamento de qualquer problema de desenvolvimento ou formação da arcada dentária, ou seja, sua função é corrigir desvios, irregularidades e uniformidades. Sua execução se baseia no uso da força mecânica e pressão para a movimentação dos dentes, afim de locomovê-los para os locais corretos que proporcionem uma harmonia bucal.


Como sei que preciso usar aparelho?


A análise primária pode ser realizada em casa, ao observar se há a presença de dentes tortos ou irregulares perante aos demais, excessivamente salientes ou desvios de alinhamento da arcada e mordidas que causam desconforto ao mastigar. Contudo, a consulta odontológica se faz indispensável para uma perfeita análise, pois somente o profissional poderá avaliar cada caso individualmente e indicar o melhor tipo de tratamento.


Qual a diferença entre aparelho fixo e móvel?


O aparelho móvel é mais recomendado para pequenas movimentações dentárias ou como contenção dos dentes ao fim do tratamento, e seu maior diferencial é a possibilidade de ser removido pelo próprio paciente. Já o aparelho fixo é indicado para os casos que demandam maior movimentação dentária, de forma tridimensional, podendo ser ajustado e removido somente por um profissional.


Dói?


Há muito tabu a respeito do uso dos aparelhos por conta da disseminada ideia que dói muito. Esta pode ser considerada relativa para cada pessoa, uma vez que alguns organismos são mais resistentes que outros. Contudo, a dor se faz presente, principalmente, quando é realizado o procedimento de apertamento do aparelho, que causa desconforto e incômodo.


Voltar

© 2014 Clínica EDE & Associados - todos os direitos reservados - líbero+